quarta-feira, 29 de junho de 2011

Bolo de tangerina com geléia!

  Olá pessoas queridas!

  Quando temos um jardim em casa, para aproveitar o espaço e facilitar a nossa vida, a melhor coisa é fazer uma pequena horta e um pequeno pomar! Ahhhh eu adoro comer frutas e utilizar as ervas frescas do meu jardim. Há uma época do ano em que as árvores dão tantos frutos, que fazemos doces, bolos, sorvetes e ainda damos pros vizinhos; temos que aproveitar, senão, acabamos "perdendo" as frutas.

 E para aproveitar as tangerinas (também chamadas em outras regiões de mexericas , poncã ou bergamota) do meu jardim, hoje fiz um bolo de tangerina com cobertura de geléia caseira da própria fruta! Ficou deliciooooooooooso! A massa é super fofa e macia! Partilho a receita com vocês! 


 Bolo de tangerina

 4 gemas
 4 claras 
 220g de farinha de trigo
 250g de açúcar branco
 1 colher (sopa) de fermento em pó
 1 xícara (chá) de suco de tangerina (usei suco natural de 5 tangerinas)

 Para a geléia:

 5 tangerinas sem as fibras e as sementes
 2 xícaras de açúcar branco
 suco de 1 limão 
 essência de baunilha (opcional)
 gomos de tangerina para decorar
 folhas de hortelã para decorar


Preparando o bolo: Bata as claras em neve e reserve. Em uma batedeira ou com um fouet, bata as 4 gemas até ficarem claras, acrescente toda a quantidade de açúcar e continue batendo até obter uma mistura homogênea. Com a batedeira desligada, acrescente o suco da tangerina, a farinha peneirada com o fermento em pó e misture com uma espátula, quando a massa estiver bem homogênea, acrescente as claras batidas em neve. Misture as claras à massa de forma envolvente, até que fique uma massa lisa e uniforme. Unte uma forma redonda de aro removível (22cm de diâmetro) com manteiga e farinha e despeje a massa do bolo. Asse em forno médio 180c por 40 minutos ou até que a superfície fique levemente dourada e a ponta de uma faca ao ser espetada na massa, saia seca.

Preparando a geléia: coloque os gomos da tangerina (sem as fibras e as sementes), o açúcar e o suco do limão no liquidificador, bata rapidamente (durante uns 20 segundos), em seguida despeje em uma panela pequena, levando ao fogo para fazer a geléia. Acrescente umas gotas de essência de baunilha para perfumar a geléia. Após levantar fervura, cozinhe por mais uns 15 minutos, mexendo sem parar. Até que fique com a consistência de geléia. 

 Quando o bolo estiver pronto, espere esfriar e desenforme. Cubra o bolo com a geléia da tangerina e decore com gomos da fruta e folhas e hortelã. Se não quiser ter o trabalho de fazer a geléia, use geléia pronta. Sirva o bolocomo sobremesa ou no lanche da tarde. Fica mais gostoso ainda, se acompanhado de sorvete de creme.

  Façam e me contem como ficou!

  Delíciaaaaaaa de bolo! Muito leve e suuuper fofo!!






 Beijos temperados!!!


Fotos: arquivo pessoal

segunda-feira, 27 de junho de 2011

La Bourgogne!

Bom dia pessoal,

  Quem gosta de curtir nesta época do ano um friozinho na capital da Argentina? Que tal um programinha especial? Se você quer ter uma noite de princesa, eu indico assistir uma ópera no Teatro Colón...


  E depois jantar no restaurante francês, La Bourgogne! O restaurante está localizado no belo e charmoso Alvear Palace Hotel, no bairro da Recoleta. 

Alvear Palace Hotel
   
  Considerada a melhor cozinha francesa em Buenos Aires, o restaurante La Bourgogne deleita os clientes mais exigentes, com as criações do Grande Chef Relais & Chateux, o francês Jean Paul Bondoux. Em um ambiente cálido e refinado, os convidados desfrutam da sua deliciosa cozinha francesa e internacional.  A gastronomia, o ambiente e o serviço nota 1.000! Eu recomendo!

  
   Após assistir a uma linda ópera no Teatro Colón, fomos jantar no La Bourgogne, e com a fome que estávamos, nem me lembrei de tirar fotos das entradas e do prato principal. As fotos que postei das entradas e do prato principal, são meramente ilustrativas. 

  O que pedimos de entrada foram ostras in natura com molho de vinho tinto, foie gras poêlé (figado de pato salteado), uuuuuui quase morri, haha... Há quem ache o patê de foie gras pesado - eu particularmente amo, mas comer o foie gras somente salteado na manteiga - praticamente crú, haja estômago! hahaha! Imaginem... pra quem gosta e acha que vai aguentar comer tudo, é uma boa pedida. O prato principal pedimos brioche au foie gras (brioche recheado com foie gras - novamente!), mas este era diferente e delicioooooooso! 

Ostras in natura

Brioche au foie gras


Foie gras poêle
   Enquanto estávamos escolhendo os pratos, nos serviram taças da deliciosa champagne Veuve Clicquot e para acompanhar os pratos pedimos um vinho tinto francês da região de Bordeaux, vocês vão me desculpar, pois não me lembro qual era.

    De sobremesa pedimos uma degustação de crème brûlée e o almendrado! As duas sobremesas divinas!!!

Degustação de crème brûlée com
 5 sabores: baunilha, laranja, pistache,  caramelo e chocolate!


Almendrado - tem o aspecto de sorvete, maravilhoso!!
   
E para finalizar, pedimos um cafezinho, olha só o que trouxeram para acompanhar...

Uma variedade de petit fours - muito finos e deliciosos!

 Na saída, cada um recebeu um mimo do restaurante, um brioche doce, receita especial do chef! Imagina como saímos  de lá, "rolando" após comer todas estas gostosuras! Aiai... nem me lembre...!

  E aí, tá esperando o quê para ir ao La Bourgogne, em Buenos Aires provar estas delícias?


Endereço: Ayacucho 2027

  • Ciudad de Buenos Aires
  • Telefone: (+54 11) 4805-3857


Para mais informações clique aqui!

Fotos: reprodução e arquivo pessoal


domingo, 26 de junho de 2011

Churros!!!


   A maioria de nós brasileiros conhece os famosos “churros” recheados com doce de leite. Nessa época de Festa Junina então... após comer um churrasquinho, pastel, galinhada, cachorro quente, sempre vem os doces, e no que pensamos? Ahhhh... nos deliciosos churros! Não são nem um pouco light's, mas de vez em quando são bem-vindos! ;)


Churros espanhóis

  
    Quem de vocês já provou os churros espanhóis? Deliciosos, crocantes, quentinhos! Na Espanha comer churros durante o café da manhã faz parte do cotidiano. Me assustei quando fui a primeira vez à Espanha e o marido de mi tía Lilian - mi querido tio Jose Maria, me serviu churros (fritos!) e chocolate quente para saborear no café da manhã! Uuuuuui - meu estômago gritou, logo cedo! Hahaha...


Churros com chocolate quente -
Plaza Mayor de Madrid


 Os churros são originados da gastronomia espanhola, surgiram na região da Cataluña, no século XIX. Os espanhóis não só tomam chocolate quente com churros (principalmente no Ano Novo), como também, molham os churros no anis (sementes de erva-doce). Também costumam rechear com doce de leite ou creme de confeiteiro, ficam deliciosos!!! Como na França é comum franceses proprietários de padarias, na Espanha é comum espanhóis proprietários das famosas "churrerías"!

Mapa da Região da Cataluña
  

  Que tal preparar uns churros em casa? Partilho esta receita espanhola com vocês!  

  Churros espanholes


  250 cc de água
  1 pitada de sal
  250 g de farinha de trigo
  Óleo para fritar
  Açúcar para polvilhar
  Doce de leite de confeiteiro


  Preparando os churros: em uma panela, levar a água à ebulição. Quando ferver, acrescentar de uma só vez toda a quantidade de farinha e sal; e com uma colher de pau, misturar bem até que a massa se desgrude das paredes da panela. Em seguida com a massa ainda quente, coloque-a num saco de confeiteiro. Em uma frigideira coloque bastante óleo (para fritar) e aqueça-o. Com o saco de confeiteiro, faça churros de 10 cm de comprimento ou do tamanho que desejar, diretamente na frigideira, para que eles fritem, até ficarem dourados (de 2 a 3 minutos). Conforme vão fritando, coloque-os sobre papel absorvente e espere que sequem. Quando estiverem prontos, polvilhar com açúcar em forma de “chuva” e em seguida rechear com doce de leite. Para furar os churros é simples, com um palito de espetinho e utilize uma seringa de confeiteiro para rechear com o doce de leite. 
Sugestão: tomar com chocolate quente ou chá, no lanche da tarde.


Os churros prontos!
  


  Qué los disfruten!

  Besos!


Fotos: reprodução e arquivo pessoal


  

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Alfajores!

  Olá queridos!

  Você conhece o delicioso alfajor? Em espanhol se pronúncia "alfarrôr". Aqueles docinhos tipo "bem-casado" recheados com doce de leite e cobertos com chocolate! Ahhhh você já deve ter experimentado em algum café quando foi para a Argentina ou ganhou de lembrança de alguém que trouxe de lá! Hummmm que delícia, sou suspeita pra falar pois desde pequena conheço e como dessas delícias. 
    
Alfajores de maisena
       
   Para quem pensa que a origem do alfajor é argentina, está enganado! A história do alfajor -  a "golosina" mais tradicional da Argentina - tem origem na cozinha árabe. Seu nome vem de “al-hasu”, que em árabe significa recheado. Chamou-se também alaju, e chegou às ruas espanholas de Andaluzia, como alfajor. Daí para frente, sua receita sofreu várias alterações, até chegar à composição atual recheada de doce de leite e coberta com chocolate. 
   O pioneiro dos alfajores argentinos foi o químico francês, D. Augusto Chammás que em 1869 que inaugurou uma pequena indústria familiar dedicada à confecção de doces e outros confeitos. Desde a época, o doce pegou uma popularidade no país dos hermanos. Só tenho que agradecer a este francês! Merci beaucoup Monsieur Chammás! J'aime les alfajores!!!
    Que tal provar alfajores adaptados ao gosto brasileiro?
    
Alfajores de amendoim com cobertura de chocolate

Alfajores de nozes com cobertura de fondant

   Para encomendas entre em contato aqui !!
   Que todos tenham um final de semana maravilhosamente doce!

   Beijos temperados!
     
  Fotos: reprodução e arquivo pessoal

domingo, 19 de junho de 2011

La "Belle Ville"!

   Após assistir no cinema, o novo filme de Woody Allen - "Meia-noite em Paris", não pude deixar de fazer uma homenagem à "cidade luz", capital deste país encantador, que é a França! 


La belle Tour Eiffel



  Woody Allen, finalmente, encontrou a sua Nova York européia. Após passar por Barcelona  e, insistir com Londres, o cineasta aporta na Cidade Luz para contar a sua mais bela história em anos. Neste filme, Allen demonstra-se ousado através de um projeto que já parecia idealizado antes mesmo de ser produzido. A impressão é de que Paris e Allen aguardavam a possibilidade desse encontro há tempos e dele nasce uma química natural, descontraída e, acima de tudo, fantástica! 

Recomendo este filme!


 No início do filme, Allen nos remete às lembranças dos maravilhosos lugares desta bela cidade e (para quem conhece) não tem como não se emocionar... Como dizia a bela Adriana (Marion Cotillard)..."não sei o que é mais bonito, Paris de dia ou de noite..." E como dizia Gil (Owen Wilson)... "Paris é mais bonita na chuva", que no filme faz o papel de noivo de Inez (Kathy Bates). Com a participação da Primeira Dama da França, a italiana Carla Bruni.

 Enfim, prá mim, Paris é maravilhosa de qualquer jeito, em qualquer época do ano! Aaai que saudades dessa cidade que, onde em qualquer canto, respiramos vida... história... gastronomia... amor... encanto... uma cidade que inspira qualquer ser mortal!

La belle Avenue des Champs-Élysées et l'Arc de Triomphe

Le Trocadéro

La Seine
                        
Les délicieux macarons

Coco Chanel -
l'icône de la mode!

C'est moi dans les rues de Paris!


   Você que conhece Paris, que conhece a França, sabe do que estou falando... e você que ainda não conhece, que tal ser o próximo destino de viagem?!
   Este filme, você já viu? Se não, o que está esperando?!  

  Bisous et...
        Au revoir Paris!!!


Fotos: arquivo pessoal 

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Chá gelado!

 Olá pessoal!

  Nesta época do ano a maioria dos estados brasileiros já está fazendo aquele friozinho, tempo bom para tomar sopas, caldos, quentão, chás, comer fondue e tudo o que nos aqueça, porém... como sou uma adicta ao chá mate, já tomava na mamadeira desde bebezinha, pois na terra da minha mãe, no Paraguai, toma-se mucho! Gosto dele de todas as formas, chá mate, tereré (parecido ao chimarrão, mas é gelado), chá mate cocido e o chá mate gelado!

Erva mate

 Quem aí nunca tomou um chá gelado (ice tea) do leão e de outras marcas por aí?! Que tal aprender a fazê-lo?! É super fácil, refrescante e uma delícia!! Vamos lá!



 Chá mate gelado com limão

3 xícaras (de leite) de água
4 sachês de chá mate (usei o orgânico)
1/2 xícara de açúcar
pedras de gelo (bastante)
1 limão grande

Preparando o chá: ferva a água e despeje-a em uma jarra (não muito alta). Em seguida coloque os 4 sachês do chá mate na água e deixe submersos durante 2 minutos (se deixar mais tempo poderá ficar amargo). Passado o tempo, retire os sachês e acrescente o açúcar. Misture bem. Acrescente bastante gelo e sirva em copos altos. Esprema o limão na jarra ou acrescente rodelas em cada copo; o limão corta um pouco o sabor doce e dá aquele frescor, uma delícia! Você pode experimentar com outros sabores de chá, os de sua preferência.




  Usei o chá mate orgânico da marca Misión Natural (foto), da Argentina - trouxe uma porção ano passado quando retornei de Buenos Aires. Você pode usar outras marcas, procure nos melhores mercados de sua cidade.

 Faça e me conte como ficou!

 Beijos temperados!



   




Fonte: reprodução e arquivo pessoal

segunda-feira, 13 de junho de 2011

O Santo Casamenteiro!

  Bom dia amigos,

  Hoje é um dia especial a nós católicos, pois celebramos o dia de Santo Antônio de Pádua! 
     
    

   Internacionalmente conhecido como Santo António de Pádua, nasceu em Lisboa em 15 de agosto de 1195  e seu nome de batismo Fernando de Bulhões, foi um Doutor da Igreja que viveu na viragem dos séculos XII e XIIIPrimeiramente foi frade agostiniano, tendo ingressado como noviço no Convento de São Vicente de Fora, em Lisboa, tendo posteriormente ido para o Convento de Santa Cruz, em Coimbra, onde fez seus estudos de Direito. Tornou-se franciscano em 1220 e viajou muito, vivendo inicialmente em Portugal, depois na Itália e na França. No ano de 1221 passou a fazer parte do Capítulo Geral da Ordem de Assis, a convite do próprio Francisco, o fundador. Foi professor de Teologia e grande pregador. Foi convidado por São Francisco para pregar contra os Albigenses em França. Foi transferido depois para Bolonha e de seguida para Pádua, onde morreu em 13 de junho de 1231, por volta de seus 40 anos. 

  Santo Antônio é considerado por muitos católicos um grande taumaturgo, sendo-lhe atribuído um notável número de milagres, desde os primeiros tempos após a sua morte até aos dias de hoje.  Protetor dos noivos, é tradição em Lisboa realizar-se um casamento coletivo, no dia 13 de Junho, na sua igreja, junto à Sé de Lisboa.  

  A devoção surgiu no século XII, quando Santo Antônio presenteava as moças sem dote para elas se casarem. Na tradição popular, Santo Antônio é o casamenteiro. A devoção tem origem graças à generosidade com que o frei presenteava as jovens sem dote para que elas pudessem se casar.

  Segundo conta uma lenda, uma moça, cansada de rezar e esperar que o santo a ouvisse, atirou a sua imagem pela janela. A estatueta bateu na cabeça de um homem rico, que logo se apaixonou por ela. A partir desses "causos", Santo Antônio, festejado em 13 de junho, não teve mais descanso e, até hoje, recebe muitos pedidos. 


    Viva Santo Antônio de Pádua!!! Patrono da minha família, Pádua!
   Para festejar o seu dia nada melhor que lembrar de um delicioso doce típico português: o "pastel de nata"! Aiiiiiiii que delícia! Espero brevemente voltar a Portugal para comer mais umas dessas delícias!

Que gulosa! ;)


Pastel de nata - delicioooooso!


Fotos: reprodução e arquivo pessoal

terça-feira, 7 de junho de 2011

O amor está no ar!!!

   Atenção casais apaixonados!!!

  O Dia dos Namorados está chegando!!! 
Próximo domingo, 12 de junho!




  Você que mora em Brasília e não quer enfrentar filas de espera nos restaurantes da cidade...


Que tal comemorar o Dia dos Namorados em casa, com decoração e clima especiais, fazendo um  jantar romântico para o teu amor?! 

  Na verdade você não vai ter o trabalho de fazer, 
porque nós faremos pra você!

  Hummmm! Ótima idéia!!!

 Menu especial: raviolis e sobremesas em forma de corações!


  Ravioli cor natural...



  Ravioli ao cacau...



  Ravioli apaixonado...



Opções de recheios e molhos variados! Consulte!


  Sobremesas:


    Cheesecake's e brownie's





   

 Para o Dia dos Namorados temos as opções 
de sobremesas em forma de coração!

Encomendas para sábado ou domingo a noite!

Não deixe para última hora! Faça teu pedido até sexta-feira de manhã!


Para encomendas e mais informações, 

entre em contato por email chefanahypadua@gmail.com

ou pelo telefone: 82733255


Fotos: arquivo pessoal e reprodução


  
  
   

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Aula especial para o Dia dos Namorados!

Estamos no 1º dia do mês mais romântico do ano no Brasil!





Que tal fazer um delicioso jantar para o seu amor ou futuro amor?!

Você que mora ou está a passeio em Brasília e quer surpreender o seu amor  
no Dia dos Namorados - próximo 12 de junho - que tal aprender a fazer um jantar especial, com direito a:

Entrada, prato principal e sobremesa! 

Fazendo a aula, você ganha 1 brinde para decorar a mesa
dicas especiais de Aniele Pádua, autora do blog AnInteriores.


Se você é solteiro ou solteira e também quer fazer o curso, seja bem-vindo! 




*Aulas especiais para o Dia dos Namorados *


Menu's:


Dia: 06 de junho (segunda)

Entrada: Verrine: tartare de tomates, ricota et miel - Tartare de tomates e ricota e mel

Prato principal: Crevettes à la moutarde de Dijon accompagnné de risotto  noix de coco et parmesan - Camarões à mostarda de Dijon acompanhado de risoto de coco e parmesão

Sobremesa: Blanc-manger au coulis de fruits rouges - Manjar branco com calda de frutas vermelhas

Horário: 19:00 h
Local: Lago Sul
Inscrições e informações: chefanahypadua@gmail.com
Tel. 82733255


Dia: 08 de junho (quarta)

Entrada: Salade caprese aux pistou - Salada caprese ao molho pesto

Prato principal: Tournedo aux champignon noir et sa pommes de terre sautées - Medalhão de filet mignon ao molho de cogumelos secos acompanhado de batatas sautées

Sobremesa: Coeur de chocolat et sa boule de vanille - Coração de chocolate e sorvete de baunilha

Horário: 19:00 h
Local: Lago Sul
Inscrições e informações: chefanahypadua@gmail.com
Tel. 82733255



Aulas com degustação ao final. 

Entre em contato para mais informações!

Faça a tua inscrição até 03 dias de antecedência. 

Vagas limitadas!



C'est l'amour!!!


Fotos: reprodução

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Bolo de tangerina com geléia!

  Olá pessoas queridas!

  Quando temos um jardim em casa, para aproveitar o espaço e facilitar a nossa vida, a melhor coisa é fazer uma pequena horta e um pequeno pomar! Ahhhh eu adoro comer frutas e utilizar as ervas frescas do meu jardim. Há uma época do ano em que as árvores dão tantos frutos, que fazemos doces, bolos, sorvetes e ainda damos pros vizinhos; temos que aproveitar, senão, acabamos "perdendo" as frutas.

 E para aproveitar as tangerinas (também chamadas em outras regiões de mexericas , poncã ou bergamota) do meu jardim, hoje fiz um bolo de tangerina com cobertura de geléia caseira da própria fruta! Ficou deliciooooooooooso! A massa é super fofa e macia! Partilho a receita com vocês! 


 Bolo de tangerina

 4 gemas
 4 claras 
 220g de farinha de trigo
 250g de açúcar branco
 1 colher (sopa) de fermento em pó
 1 xícara (chá) de suco de tangerina (usei suco natural de 5 tangerinas)

 Para a geléia:

 5 tangerinas sem as fibras e as sementes
 2 xícaras de açúcar branco
 suco de 1 limão 
 essência de baunilha (opcional)
 gomos de tangerina para decorar
 folhas de hortelã para decorar


Preparando o bolo: Bata as claras em neve e reserve. Em uma batedeira ou com um fouet, bata as 4 gemas até ficarem claras, acrescente toda a quantidade de açúcar e continue batendo até obter uma mistura homogênea. Com a batedeira desligada, acrescente o suco da tangerina, a farinha peneirada com o fermento em pó e misture com uma espátula, quando a massa estiver bem homogênea, acrescente as claras batidas em neve. Misture as claras à massa de forma envolvente, até que fique uma massa lisa e uniforme. Unte uma forma redonda de aro removível (22cm de diâmetro) com manteiga e farinha e despeje a massa do bolo. Asse em forno médio 180c por 40 minutos ou até que a superfície fique levemente dourada e a ponta de uma faca ao ser espetada na massa, saia seca.

Preparando a geléia: coloque os gomos da tangerina (sem as fibras e as sementes), o açúcar e o suco do limão no liquidificador, bata rapidamente (durante uns 20 segundos), em seguida despeje em uma panela pequena, levando ao fogo para fazer a geléia. Acrescente umas gotas de essência de baunilha para perfumar a geléia. Após levantar fervura, cozinhe por mais uns 15 minutos, mexendo sem parar. Até que fique com a consistência de geléia. 

 Quando o bolo estiver pronto, espere esfriar e desenforme. Cubra o bolo com a geléia da tangerina e decore com gomos da fruta e folhas e hortelã. Se não quiser ter o trabalho de fazer a geléia, use geléia pronta. Sirva o bolocomo sobremesa ou no lanche da tarde. Fica mais gostoso ainda, se acompanhado de sorvete de creme.

  Façam e me contem como ficou!

  Delíciaaaaaaa de bolo! Muito leve e suuuper fofo!!






 Beijos temperados!!!


Fotos: arquivo pessoal

segunda-feira, 27 de junho de 2011

La Bourgogne!

Bom dia pessoal,

  Quem gosta de curtir nesta época do ano um friozinho na capital da Argentina? Que tal um programinha especial? Se você quer ter uma noite de princesa, eu indico assistir uma ópera no Teatro Colón...


  E depois jantar no restaurante francês, La Bourgogne! O restaurante está localizado no belo e charmoso Alvear Palace Hotel, no bairro da Recoleta. 

Alvear Palace Hotel
   
  Considerada a melhor cozinha francesa em Buenos Aires, o restaurante La Bourgogne deleita os clientes mais exigentes, com as criações do Grande Chef Relais & Chateux, o francês Jean Paul Bondoux. Em um ambiente cálido e refinado, os convidados desfrutam da sua deliciosa cozinha francesa e internacional.  A gastronomia, o ambiente e o serviço nota 1.000! Eu recomendo!

  
   Após assistir a uma linda ópera no Teatro Colón, fomos jantar no La Bourgogne, e com a fome que estávamos, nem me lembrei de tirar fotos das entradas e do prato principal. As fotos que postei das entradas e do prato principal, são meramente ilustrativas. 

  O que pedimos de entrada foram ostras in natura com molho de vinho tinto, foie gras poêlé (figado de pato salteado), uuuuuui quase morri, haha... Há quem ache o patê de foie gras pesado - eu particularmente amo, mas comer o foie gras somente salteado na manteiga - praticamente crú, haja estômago! hahaha! Imaginem... pra quem gosta e acha que vai aguentar comer tudo, é uma boa pedida. O prato principal pedimos brioche au foie gras (brioche recheado com foie gras - novamente!), mas este era diferente e delicioooooooso! 

Ostras in natura

Brioche au foie gras


Foie gras poêle
   Enquanto estávamos escolhendo os pratos, nos serviram taças da deliciosa champagne Veuve Clicquot e para acompanhar os pratos pedimos um vinho tinto francês da região de Bordeaux, vocês vão me desculpar, pois não me lembro qual era.

    De sobremesa pedimos uma degustação de crème brûlée e o almendrado! As duas sobremesas divinas!!!

Degustação de crème brûlée com
 5 sabores: baunilha, laranja, pistache,  caramelo e chocolate!


Almendrado - tem o aspecto de sorvete, maravilhoso!!
   
E para finalizar, pedimos um cafezinho, olha só o que trouxeram para acompanhar...

Uma variedade de petit fours - muito finos e deliciosos!

 Na saída, cada um recebeu um mimo do restaurante, um brioche doce, receita especial do chef! Imagina como saímos  de lá, "rolando" após comer todas estas gostosuras! Aiai... nem me lembre...!

  E aí, tá esperando o quê para ir ao La Bourgogne, em Buenos Aires provar estas delícias?


Endereço: Ayacucho 2027

  • Ciudad de Buenos Aires
  • Telefone: (+54 11) 4805-3857


Para mais informações clique aqui!

Fotos: reprodução e arquivo pessoal


domingo, 26 de junho de 2011

Churros!!!


   A maioria de nós brasileiros conhece os famosos “churros” recheados com doce de leite. Nessa época de Festa Junina então... após comer um churrasquinho, pastel, galinhada, cachorro quente, sempre vem os doces, e no que pensamos? Ahhhh... nos deliciosos churros! Não são nem um pouco light's, mas de vez em quando são bem-vindos! ;)


Churros espanhóis

  
    Quem de vocês já provou os churros espanhóis? Deliciosos, crocantes, quentinhos! Na Espanha comer churros durante o café da manhã faz parte do cotidiano. Me assustei quando fui a primeira vez à Espanha e o marido de mi tía Lilian - mi querido tio Jose Maria, me serviu churros (fritos!) e chocolate quente para saborear no café da manhã! Uuuuuui - meu estômago gritou, logo cedo! Hahaha...


Churros com chocolate quente -
Plaza Mayor de Madrid


 Os churros são originados da gastronomia espanhola, surgiram na região da Cataluña, no século XIX. Os espanhóis não só tomam chocolate quente com churros (principalmente no Ano Novo), como também, molham os churros no anis (sementes de erva-doce). Também costumam rechear com doce de leite ou creme de confeiteiro, ficam deliciosos!!! Como na França é comum franceses proprietários de padarias, na Espanha é comum espanhóis proprietários das famosas "churrerías"!

Mapa da Região da Cataluña
  

  Que tal preparar uns churros em casa? Partilho esta receita espanhola com vocês!  

  Churros espanholes


  250 cc de água
  1 pitada de sal
  250 g de farinha de trigo
  Óleo para fritar
  Açúcar para polvilhar
  Doce de leite de confeiteiro


  Preparando os churros: em uma panela, levar a água à ebulição. Quando ferver, acrescentar de uma só vez toda a quantidade de farinha e sal; e com uma colher de pau, misturar bem até que a massa se desgrude das paredes da panela. Em seguida com a massa ainda quente, coloque-a num saco de confeiteiro. Em uma frigideira coloque bastante óleo (para fritar) e aqueça-o. Com o saco de confeiteiro, faça churros de 10 cm de comprimento ou do tamanho que desejar, diretamente na frigideira, para que eles fritem, até ficarem dourados (de 2 a 3 minutos). Conforme vão fritando, coloque-os sobre papel absorvente e espere que sequem. Quando estiverem prontos, polvilhar com açúcar em forma de “chuva” e em seguida rechear com doce de leite. Para furar os churros é simples, com um palito de espetinho e utilize uma seringa de confeiteiro para rechear com o doce de leite. 
Sugestão: tomar com chocolate quente ou chá, no lanche da tarde.


Os churros prontos!
  


  Qué los disfruten!

  Besos!


Fotos: reprodução e arquivo pessoal


  

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Alfajores!

  Olá queridos!

  Você conhece o delicioso alfajor? Em espanhol se pronúncia "alfarrôr". Aqueles docinhos tipo "bem-casado" recheados com doce de leite e cobertos com chocolate! Ahhhh você já deve ter experimentado em algum café quando foi para a Argentina ou ganhou de lembrança de alguém que trouxe de lá! Hummmm que delícia, sou suspeita pra falar pois desde pequena conheço e como dessas delícias. 
    
Alfajores de maisena
       
   Para quem pensa que a origem do alfajor é argentina, está enganado! A história do alfajor -  a "golosina" mais tradicional da Argentina - tem origem na cozinha árabe. Seu nome vem de “al-hasu”, que em árabe significa recheado. Chamou-se também alaju, e chegou às ruas espanholas de Andaluzia, como alfajor. Daí para frente, sua receita sofreu várias alterações, até chegar à composição atual recheada de doce de leite e coberta com chocolate. 
   O pioneiro dos alfajores argentinos foi o químico francês, D. Augusto Chammás que em 1869 que inaugurou uma pequena indústria familiar dedicada à confecção de doces e outros confeitos. Desde a época, o doce pegou uma popularidade no país dos hermanos. Só tenho que agradecer a este francês! Merci beaucoup Monsieur Chammás! J'aime les alfajores!!!
    Que tal provar alfajores adaptados ao gosto brasileiro?
    
Alfajores de amendoim com cobertura de chocolate

Alfajores de nozes com cobertura de fondant

   Para encomendas entre em contato aqui !!
   Que todos tenham um final de semana maravilhosamente doce!

   Beijos temperados!
     
  Fotos: reprodução e arquivo pessoal

domingo, 19 de junho de 2011

La "Belle Ville"!

   Após assistir no cinema, o novo filme de Woody Allen - "Meia-noite em Paris", não pude deixar de fazer uma homenagem à "cidade luz", capital deste país encantador, que é a França! 


La belle Tour Eiffel



  Woody Allen, finalmente, encontrou a sua Nova York européia. Após passar por Barcelona  e, insistir com Londres, o cineasta aporta na Cidade Luz para contar a sua mais bela história em anos. Neste filme, Allen demonstra-se ousado através de um projeto que já parecia idealizado antes mesmo de ser produzido. A impressão é de que Paris e Allen aguardavam a possibilidade desse encontro há tempos e dele nasce uma química natural, descontraída e, acima de tudo, fantástica! 

Recomendo este filme!


 No início do filme, Allen nos remete às lembranças dos maravilhosos lugares desta bela cidade e (para quem conhece) não tem como não se emocionar... Como dizia a bela Adriana (Marion Cotillard)..."não sei o que é mais bonito, Paris de dia ou de noite..." E como dizia Gil (Owen Wilson)... "Paris é mais bonita na chuva", que no filme faz o papel de noivo de Inez (Kathy Bates). Com a participação da Primeira Dama da França, a italiana Carla Bruni.

 Enfim, prá mim, Paris é maravilhosa de qualquer jeito, em qualquer época do ano! Aaai que saudades dessa cidade que, onde em qualquer canto, respiramos vida... história... gastronomia... amor... encanto... uma cidade que inspira qualquer ser mortal!

La belle Avenue des Champs-Élysées et l'Arc de Triomphe

Le Trocadéro

La Seine
                        
Les délicieux macarons

Coco Chanel -
l'icône de la mode!

C'est moi dans les rues de Paris!


   Você que conhece Paris, que conhece a França, sabe do que estou falando... e você que ainda não conhece, que tal ser o próximo destino de viagem?!
   Este filme, você já viu? Se não, o que está esperando?!  

  Bisous et...
        Au revoir Paris!!!


Fotos: arquivo pessoal 

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Chá gelado!

 Olá pessoal!

  Nesta época do ano a maioria dos estados brasileiros já está fazendo aquele friozinho, tempo bom para tomar sopas, caldos, quentão, chás, comer fondue e tudo o que nos aqueça, porém... como sou uma adicta ao chá mate, já tomava na mamadeira desde bebezinha, pois na terra da minha mãe, no Paraguai, toma-se mucho! Gosto dele de todas as formas, chá mate, tereré (parecido ao chimarrão, mas é gelado), chá mate cocido e o chá mate gelado!

Erva mate

 Quem aí nunca tomou um chá gelado (ice tea) do leão e de outras marcas por aí?! Que tal aprender a fazê-lo?! É super fácil, refrescante e uma delícia!! Vamos lá!



 Chá mate gelado com limão

3 xícaras (de leite) de água
4 sachês de chá mate (usei o orgânico)
1/2 xícara de açúcar
pedras de gelo (bastante)
1 limão grande

Preparando o chá: ferva a água e despeje-a em uma jarra (não muito alta). Em seguida coloque os 4 sachês do chá mate na água e deixe submersos durante 2 minutos (se deixar mais tempo poderá ficar amargo). Passado o tempo, retire os sachês e acrescente o açúcar. Misture bem. Acrescente bastante gelo e sirva em copos altos. Esprema o limão na jarra ou acrescente rodelas em cada copo; o limão corta um pouco o sabor doce e dá aquele frescor, uma delícia! Você pode experimentar com outros sabores de chá, os de sua preferência.




  Usei o chá mate orgânico da marca Misión Natural (foto), da Argentina - trouxe uma porção ano passado quando retornei de Buenos Aires. Você pode usar outras marcas, procure nos melhores mercados de sua cidade.

 Faça e me conte como ficou!

 Beijos temperados!



   




Fonte: reprodução e arquivo pessoal

segunda-feira, 13 de junho de 2011

O Santo Casamenteiro!

  Bom dia amigos,

  Hoje é um dia especial a nós católicos, pois celebramos o dia de Santo Antônio de Pádua! 
     
    

   Internacionalmente conhecido como Santo António de Pádua, nasceu em Lisboa em 15 de agosto de 1195  e seu nome de batismo Fernando de Bulhões, foi um Doutor da Igreja que viveu na viragem dos séculos XII e XIIIPrimeiramente foi frade agostiniano, tendo ingressado como noviço no Convento de São Vicente de Fora, em Lisboa, tendo posteriormente ido para o Convento de Santa Cruz, em Coimbra, onde fez seus estudos de Direito. Tornou-se franciscano em 1220 e viajou muito, vivendo inicialmente em Portugal, depois na Itália e na França. No ano de 1221 passou a fazer parte do Capítulo Geral da Ordem de Assis, a convite do próprio Francisco, o fundador. Foi professor de Teologia e grande pregador. Foi convidado por São Francisco para pregar contra os Albigenses em França. Foi transferido depois para Bolonha e de seguida para Pádua, onde morreu em 13 de junho de 1231, por volta de seus 40 anos. 

  Santo Antônio é considerado por muitos católicos um grande taumaturgo, sendo-lhe atribuído um notável número de milagres, desde os primeiros tempos após a sua morte até aos dias de hoje.  Protetor dos noivos, é tradição em Lisboa realizar-se um casamento coletivo, no dia 13 de Junho, na sua igreja, junto à Sé de Lisboa.  

  A devoção surgiu no século XII, quando Santo Antônio presenteava as moças sem dote para elas se casarem. Na tradição popular, Santo Antônio é o casamenteiro. A devoção tem origem graças à generosidade com que o frei presenteava as jovens sem dote para que elas pudessem se casar.

  Segundo conta uma lenda, uma moça, cansada de rezar e esperar que o santo a ouvisse, atirou a sua imagem pela janela. A estatueta bateu na cabeça de um homem rico, que logo se apaixonou por ela. A partir desses "causos", Santo Antônio, festejado em 13 de junho, não teve mais descanso e, até hoje, recebe muitos pedidos. 


    Viva Santo Antônio de Pádua!!! Patrono da minha família, Pádua!
   Para festejar o seu dia nada melhor que lembrar de um delicioso doce típico português: o "pastel de nata"! Aiiiiiiii que delícia! Espero brevemente voltar a Portugal para comer mais umas dessas delícias!

Que gulosa! ;)


Pastel de nata - delicioooooso!


Fotos: reprodução e arquivo pessoal

terça-feira, 7 de junho de 2011

O amor está no ar!!!

   Atenção casais apaixonados!!!

  O Dia dos Namorados está chegando!!! 
Próximo domingo, 12 de junho!




  Você que mora em Brasília e não quer enfrentar filas de espera nos restaurantes da cidade...


Que tal comemorar o Dia dos Namorados em casa, com decoração e clima especiais, fazendo um  jantar romântico para o teu amor?! 

  Na verdade você não vai ter o trabalho de fazer, 
porque nós faremos pra você!

  Hummmm! Ótima idéia!!!

 Menu especial: raviolis e sobremesas em forma de corações!


  Ravioli cor natural...



  Ravioli ao cacau...



  Ravioli apaixonado...



Opções de recheios e molhos variados! Consulte!


  Sobremesas:


    Cheesecake's e brownie's





   

 Para o Dia dos Namorados temos as opções 
de sobremesas em forma de coração!

Encomendas para sábado ou domingo a noite!

Não deixe para última hora! Faça teu pedido até sexta-feira de manhã!


Para encomendas e mais informações, 

entre em contato por email chefanahypadua@gmail.com

ou pelo telefone: 82733255


Fotos: arquivo pessoal e reprodução


  
  
   

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Aula especial para o Dia dos Namorados!

Estamos no 1º dia do mês mais romântico do ano no Brasil!





Que tal fazer um delicioso jantar para o seu amor ou futuro amor?!

Você que mora ou está a passeio em Brasília e quer surpreender o seu amor  
no Dia dos Namorados - próximo 12 de junho - que tal aprender a fazer um jantar especial, com direito a:

Entrada, prato principal e sobremesa! 

Fazendo a aula, você ganha 1 brinde para decorar a mesa
dicas especiais de Aniele Pádua, autora do blog AnInteriores.


Se você é solteiro ou solteira e também quer fazer o curso, seja bem-vindo! 




*Aulas especiais para o Dia dos Namorados *


Menu's:


Dia: 06 de junho (segunda)

Entrada: Verrine: tartare de tomates, ricota et miel - Tartare de tomates e ricota e mel

Prato principal: Crevettes à la moutarde de Dijon accompagnné de risotto  noix de coco et parmesan - Camarões à mostarda de Dijon acompanhado de risoto de coco e parmesão

Sobremesa: Blanc-manger au coulis de fruits rouges - Manjar branco com calda de frutas vermelhas

Horário: 19:00 h
Local: Lago Sul
Inscrições e informações: chefanahypadua@gmail.com
Tel. 82733255


Dia: 08 de junho (quarta)

Entrada: Salade caprese aux pistou - Salada caprese ao molho pesto

Prato principal: Tournedo aux champignon noir et sa pommes de terre sautées - Medalhão de filet mignon ao molho de cogumelos secos acompanhado de batatas sautées

Sobremesa: Coeur de chocolat et sa boule de vanille - Coração de chocolate e sorvete de baunilha

Horário: 19:00 h
Local: Lago Sul
Inscrições e informações: chefanahypadua@gmail.com
Tel. 82733255



Aulas com degustação ao final. 

Entre em contato para mais informações!

Faça a tua inscrição até 03 dias de antecedência. 

Vagas limitadas!



C'est l'amour!!!


Fotos: reprodução
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...