segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Salmão grelhado ao molho de manga e alcaparras!


 Bom dia queridos!

 Como passaram o final de semana??? Espero que tenha sido ótimo! O meu foi bom, apesar da gripe que me pegou, rsrs. 

 Estes dias fiz um salmão grelhado ao molho de manga acompanhado de puré de batatas, umas das receitas de salmão preferidas, aliás, amo tudo que tenha salmão, meus queridos colegas "brazucas" do curso de Gastronomia que fiz na Argentina, podem falar por mim, rsrs. Quando tínhamos aulas de peixes do mar, eles falavam que eu só queria pegar as receitas com salmão para fazer, hahaha. Uma boa alternativa de prato para as Festas de fim de ano, no caso, para apreciadores de um delicioso peixe e para quem não ingere carnes vermelhas. 


Salmão fresco com a pele


  Vamos à receita! Quero ver todo mundo com a mão na massa, hein!!!

  Salmão grelhado ao molho de manga e alcaparras

  .: 03 a 04 filets de salmão (de preferência limpos sem a pele, eu comprei com a pele e tive que retirá-la e limpar bem)
  .: sal
  .: pimenta do reino moída a gosto
  .: azeite de oliva

 Preparando o salmão grelhado: com um pincel de uso culinário, pincele com azeite de oliva os dois lados dos filets de salmão, tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Aqueça uma grelha ou frigideira antiaderente, e grelhe os filets de salmão dos dois lados. 

  Molho de manga:

 .: 01 manga haden ou tomy cortada em cubos
 .: 01 xícara (café) de leite
 .: a medida de 1/2 copo americano de creme de leite fresco
 .: 02 pitadas de sal
 .: 02 colheres (chá) de açúcar
 .: 1/2 colher (café) de pimenta do reino moída 

 .: alcaparras (usar quando terminar o prato)

 Preparando o molho de manga: coloque todos os ingredientes em uma panela (exceto as alcaparras) e cozinhe por alguns minutos em fogo baixo, até que os cubos de manga fiquem macios. Com uma colher, prove o sal e o açúcar. O molho deve ficar mais docinho que salgado.  Bata no copo do mixer ou do liquidificador todo o conteúdo do molho (que está na panela), passe por uma peneira (se achar necessário) e sirva sobre os filets de salmão grelhados, decorando com algumas alcaparras por cima. Sugestão de acompanhamento, puré de batatas, mas você pode servir com um arroz colorido e saladas, fica a teu critério. 






 Beijos temperados e bom apetite!
  Fotos: arquivo pessoal 






segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Baked potato!

Boa tarde queridos!

  Confesso que estou um tempinho sumidinha do blog, devido ao tempo corrido em consequência dos trabalhos que faço; por um lado, só tenho que agradecer! Sempre descobrindo novos sabores a cada receita e muitas vezes "repitindo" as receitas que gosto, pois quando a gente gosta, é igual aquela peça de roupa que adoramos, sempre queremos repetir! ;)

  Todos devem conhecer a famosa baked potato, servida na maioria dos steak house e muito  fácil de encontrar em países como Estados Unidos, Austrália, Inglaterra, entre outros. Na maioria das vezes, quando estou em casa durante a noite, gosto de cozinhar (e comer, claro!) algo diferente, pois na hora do almoço prefiro saborear refeições mais leves, aquelas que fazemos dia a dia. Deixamos as mais elaboradas para o final de semana, ou pelo menos, tentamos, né?! Rsrs 

  Mas tem dias que vem aqueeeeeeela vontade de comer tal prato.... e neste final de semana me deu aquela vontade de comer batatas assadas, foi só postar a foto nas redes sociais que os amigos já pediram a receita. Falando nisso, aproveitem para conhecer e curtir a minha fan page Sweet Ana no Facebook.

  Fiz as batatas assadas com recheio de cheddar e picadinho de carne. Ficaram deliciosas, partilho a receita com vocês! Atenção!!! Prepare com antecedência, caso queira servir para convidados, pois o tempo de forno das batatas é um pouco demorado...

Baked potato 



Batatas assadas recheadas

.: 04 batatas grandes
.: azeite de oliva q/n
.: 01 cebola média cortada em cubos
.: 02 dentes de alho cortados em cubinhos
.: 250g de carne picada na faca ou moída (patinho sem gordura)
.: 02 colheres (sopa) de catchup
.: 01 caixa de creme de leite leve
.: mussarela ou parmesão ralado fresco a gosto
.: salsinha fresca picada a gosto
.: sal e pimenta a gosto
.: queijo cheddar em bisnaga (veja foto)
.: batata palha

Cheddar em bisnaga

Preparando as batatas assadas: Pré-aqueça o forno a 200°c. Comece lavando bem as batatas, não retire a casca. Com um garfo faça leves furos em toda a batata, faça isso em cada uma. Molhe com um pouco de azeite de oliva um papel toalha (ou guardanapo de papel) e passe em todas as batatas, como se estivesse "limpando um lustre" para que fiquem bem "untadas" com o azeite. Coloque-as em uma assadeira e leve ao forno já aquecido. Deixe assando durante 1h 30 minutos. Enquanto isso prepare o recheio. 

Preparando o recheio: Regue o fundo de uma frigideira com o azeite de oliva, deixe esquentar (em fogo médio , em seguida acrescente a cebola, o alho e refogue ate que a cebola fique transparente, acrescente a carne picada (ou moída) e cozinhe ate a água secar, mexendo sempre para não queimar nem grudar na panela. Acrescente o catchup e o creme de leite, mexa bem ate que todos os ingredientes se incorporem,  logo apos coloque a salsinha picada, e tempere com sal e pimenta a gosto, mexa bem e desligue o fogo. 

Recheando as batatas: Teste o ponto de cozimento das batatas, quando elas ainda estiverem no forno, finque uma delas com um garfo, se o garfo entrar fácil e estiver macia,  é porque está no ponto. Quando estiverem assadas, retire-as do forno, colocando sobre uma tábua de cortar. Com uma faca, faça um corte em forma de cruz em cada batata, sendo que o corte não seja tão profundo, ao ponto de cortar a batata. Com a ajuda de 02 papéis-toalha, em cada uma das mãos, segure cada extremidade da batata, apertando suavemente para que o centro (ou seja, o corte em formato de cruz) se abra, para que você possa recheá-la. Faça isso com cada batata. Com uma colher, retire um pouco da polpa da batata, formando uma cavidade. Recheie com o cheddar, a carne, polvilhe o queijo mussarela (ou parmesão) e leve ao forno quente por 5 minutos, somente para gratinar. Retire e sirva com batata palha. Se quiser comer a casquinha crocante da batata, não se preocupe, se você lavou bem, pode comer. Um vinho tinto é uma boa pedida para acompanhar!





Bom apetite!!! 
Fotos: reprodução e arquivo pessoal










   

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Gratinado de couve-flor!


 Bom dia queridos!

   Estou um pouco sumidinha do blog, pois estava viajando, pra variar, rsrs. Fiz uma viagem a la tierra de mi madre e outra aqui no Brasil mesmo, para um encontro da família paterna, foi ótimo!!! Como é bom viajar, descansar, passear!!! Mas nada melhor que voltar pra nossa casinha, não é mesmo?!
 
   Ontem fiz uma comidinha light para o jantar, de entrada blanquet de peru + fatias de melão e como prato principal, gratin (a pronúncia é gratan - em francês) de couve-flor acompanhado de arroz com lâminas de amêndoas grelhadas, salteadas na manteiga trufada. Como sei que alguns leitores são vegetarianos, este prato cai perfeito, delicioso e fácil de fazer. Mãos na massa!

 
 
 
  Gratin de couve-flor
 
 .: 01 couve-flor grande
 .: molho bechamel
 .: 100g de queijo gruyère (ou parmesão) ralado (na hora) para gratinar
 .: ervas de Provence a gosto
 .: manteiga para untar o recipiente onde irá gratinar
 
Para o molho béchamel:
 
.: 01 litro de leite
.: 02 colheres (sopa) de manteiga sem sal
.: 02 colheres (sopa) de farinha de trigo
.: 01 folha de louro
.: 01 fatia grossa de cebola
.: 05 grãos de pimenta do reino
.: sal e noz-moscada ralada a gosto (coloco a quantidade de 1 colher de café)
 
Preparando o molho béchamel: em uma panela, leve o leite à fervura (fogo médio) com a folha de louro, a fatia de cebola e os grãos de pimenta. Quando o leite começar a ferver, desligue o fogo, tampe a panela e deixe em infusão por 20 minutos. Coe o leite num recipiente e descarte os ingredientes restantes. Em outra panela de fundo grosso, derreta a manteiga (fogo médio), adicione a farinha e mexa rapidamente (com um fouet ou colher de pau) para incorporá-la completamente. Cozinhe por 1 ou 2 minutos, formando um roux* claro e liso. Retire a panela do fogo e derrame o leite aos poucos, mexendo sempre para não formar grumos. Quanto mais frio estiver o leite, menor será a chance de “empelotar” o molho, pois o amido da farinha reage quando exposto a altas temperaturas, o melhor será usar o leite morno. Assim que o creme estiver integrado e homogêneo, volte a panela ao fogo médio e mexa até ferver. Abaixe o fogo e mexa por uns 5 minutos. Apague o fogo e tempere com sal e noz-moscada a gosto. Dica: não exagere na noz-moscada, pois o seu sabor e aroma é muito forte.
 
*Roux: mistura espessante, feita com partes iguais de farinha de trigo e manteiga, habitualmente usada para engrossar caldos e molhos.

 
 
Preparando o gratinado de couve-flor: Lave bem a couve-flor e corte em pequenos buquês. Disponha os pequenos "buquês" numa vaporeira (usei uma vaporeira de bambu) para cozinhá-los ao vapor, ou faça em banho maria, cozinhe por aproximadamente 10 minutos. Unte com manteiga o prato ou recipiente (tamanho médio) que vai levar ao forno, cubra o fundo com o molho bechamel. Disponha todos os pequenos "buquês" de couve-flor e cubra com o restante do molho. Salpique todo o queijo ralado por cima e um pouco das ervas de Provence. Leve ao forno pré-aquecido a 200'C para gratinar durante 30 minutos. Este prato serve 4 pessoas.
 

 
 
 
  Beijos temperados e bom apetite!
  Fotos: arquivo pessoal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

sábado, 15 de setembro de 2012

Tapioca!

Oi gente,

  Quem quer tapioca????? Nunca conheci alguém que não gostasse, eu particularmente AMO! A tapioca é uma iguaria típica da gastronomia brasileira, de origem indígena tupi-guarani, feita com a fécula extraída da mandioca, também conhecida como goma da tapioca na maioria dos estados brasileiros. Se você prestar atenção nos cafés-da-manhã e hotéis, em casa de família e até em restaurantes podemos provar desta iguaria. Para fazer a tapioca, antes temos que preparar a "goma da tapioca", ou seja, aquela "farinha" branquinha para poder fazer esta delícia, é todo um processo! A primeira vez que provei a tapioca foi no Alto da Sé, em Olinda, estado de Pernambuco. Aíiiiii eu me apaixonei! Rsrs. Desde a primeira vez que comi, fiquei curiosa e aprendi a fazer! Ahhhh, porque eu sou muuuuito curiosa com tudo o que se relaciona à gastronomia, se eu provo e gosto, já fico louca para aprender, aí corro atrás para por em prática! E vocês que gostam de tapioca, que tal aprender?! Mãos na massa!

Tapioca

Preparando a goma de tapioca:

.: 500g de polvilho doce
.: água o suficiente para molhar o polvilho
.: sal a gosto

 Coloque o polvilho doce numa tigela e molhe com a água já misturada com o sal. Com as mãos, misture bem a goma com a água de forma que ela fique molhada por igual, úmida, mas não encharcada.  Com uma peneira fina, peneire toda a goma que foi preparada e reserve em uma tigela ou tupperware. Leve ao fogo médio uma frigideira de fundo plano (não precisar untar, pois não gruda), de preferência antiaderente (teflon), e sobre ela, coloque a goma de tapioca em forma de "chuva", de modo com que cubra uniformemente o fundo da panela, resultando uma massa fina, ou se preferir; despeje colheradas (de sopa) na frigideira. Já na frigideira, acerte as bordas da tapioca com as costas de uma colher. Quando o fundo da massa começar a sair do fundo da panela (mais ou menos 40 segundos, para não secar muito!), vire-a com o auxílio de uma espátula. Deixe assar o outro lado por mais alguns instantes (mais ou menos o mesmo tempo). Formam-se discos de tapioca, com a aparência de um crepe seco. Retire da frigideira, espalhe manteiga sobre a tapioca e recheie com os teus ingrendientes preferidos, podem ser salgados ou doces, como por exemplo, queijo e presunto, queijo coalho, carne seca e purê de abóbora, leite condensado com flocos de coco, etc. O lado certo para rechear é o lado que fica mais úmido, o lado mais seco é o que fica por fora. Enrole e sirva em seguida. Dica: Se não for usar toda a goma da tapioca de uma só vez, guarde em um tupperware dentro da geladeira, durabilidade de 3 a 4 dias, se deixar mais tempo pode ficar azeda!
 
 
Processo do preparo da goma de tapioca
 

Tapioca recheada com manteiga, queijo mussarela
 e peito de peru defumado
 

Tapioca recheada com leite condensado e flocos de coco
 

 


  Beijos temperados e bom apetite!
    Fotos: reprodução e arquivo pessoal




sábado, 25 de agosto de 2012

Capuccino caseiro cremoso!


Bom dia pessoal!
 
  Ontem a tarde, trabalhando em casa, estava com uma vontade louca de tomar aquele capuccino! Meus avós paternos e meu pai eram da região do Sul das Minas Gerais, então posso dizer que está no sangue, aprendi a tomar gosto pelo café desde pequena, e confesso que esta região tem  um dos melhores cafés do Brasil, ou quiça do mundo! Hehehe. Sinceramente o sabor do café do Sul de Minas é "coisa de louco"! Quem conhece, há de concordar comigo! Adoro café, capuccino e seus derivados. Quando pensei em capuccino, logo pensei no cremoso, um que sempre faço e todos adoram! Postei foto na internet e os amigos já pediram a receita, então pensei em postar aqui no blog, pois explico o passo a passo com fotos, assim fica mais fácil de entender. Já que gosto das "coisas" bem explicadinhas, não dá para postar uma foto com o nome do prato e tchau, é preciso tempo pra se dedicar, e isso não estou tendo muito ultimamente, por causa das encomendas e aulas que dou. É minha gente... se o dia tivesse 36 horas, a gente ia pedir pra Deus fazer o dia com 48 horas, não é verdade?! Rsrs.
 
 
 
  O que muita gente não sabe, é que sim, é possível fazer um capuccino parecido aos das cafeterias, sem que, para isso, precise investir em poderosas máquinas. É óbvio que a "persistência" da espuma do leite não será igual ao das cafeterias, mas confesso, que fica parecidíssima, super cremosa e deliciosa! Mas para isso, é preciso preparar a "espuma de leite" somente na hora de servir! Anote a receita!
 
Capuccino caseiro cremoso
 
 
Os ingredientes são:


 
 

  .: 01 copo americano de leite em pó instantâneo
  .: 01 copo americano de achocolato em pó (Toddy, Nescau)
  .: 01 copo americano de açúcar cristal
  .: 01 vidro de café solúvel ou 100g (usei o Nescafé sabor Original extra-forte)
  .: 01 colher (chá) de bicarbonato de sódio
 
 ATENÇÃO: Apesar da "propaganda" que fiz do café do Sul de Minas (hehehe), para o preparo do capuccino recomendo o uso do café solúvel, pois o café em pó é muuuuito forte e de sabor concentrado!

 Preparando o capuccino: bata no liquidificador o café solúvel até que vire pó. Em uma vasilha misture todos os ingredientes e guarde em um pote hermético de vidro ou em um tupperware. Antes de fazer a espuma de leite, coloque a quantidade deste preparo em cada xícara que vai servir, eu coloco a quantidade de 1 colher de sopa para cada xícara de chá.
 
 Para fazer a espuma de leite: utilize um pequeno batedor elétrico ou um mixer:
 



Preparando a espuma de leite: no copo do mixer ou em um copo alto de medidas (assim como usei na foto, pois meu copo do mixer quebrou!) coloque a quantidade desejada de leite, desde que não ultrapasse 2/3 da altura do copo, pois quando for bater o leite, ele vai subir e se o copo estiver muito cheio, corre o risco de transbordar do copo. Bata com o mixer fazendo movimentos de sobe e desce no copo, até quando perceber que o leite ficou cremoso, mais ou menos de 30 a 60 segundos. Coloque o "leite cremoso" em uma leiteira e leve ao fogo baixo para esquentar. Fique de olho para não derramar, pois o leite sobe rápidinho!
 
 

Colocando o leite nas xícaras: despeje o leite cremoso cuidadosamente em cada xícara com a ajuda de uma colher, assim como na foto. Misture com uma colherzinha de baixo para cima, para que o preparo em pó do capuccino se envolva ao leite e à espuma. Eu disse cuidadosamente, pois se você mistura rapidamente, a espuma vai "descer" logo!
 
 

 
Depois de pronto, se for do teu gosto, polvilhe um pouco de canela em pó, por cima da espuma ou utilize um moedor de açúcar e canela, fica uma delíiiiiiiiiiiiiicia!
 
 
 Para acompanhar um delicioso capuccino nada melhor que saborear com uns deliciosos cookies e brownies! Encomende os seus aqui!! :)
  Façam e me contem como ficou!


Al lavoro e buon appetito!
Fotos: reprodução e arquivo pessoal


segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Utensílios de cozinha: moedores!

Boa tarde queridos, 

 Quem gosta de pimenta em grãos, não dispensa um bom moedor de pimenta, não é verdade? Sucesso internacional absoluto, os moedores são objetos indispensáveis nas mesas de todos os gourmets!

  É importante, salpimentar a comida, ou seja, além do sal, usar a pimenta moída, na hora de elaborar os pratos, pois a pimenta moída dá um sabor e aroma diferentes da pimenta em pó, porque como diz um Chef colega meu, "pimenta do reino em pó, parece pólvora", hahaha.  

 Existem vários tipos de moedores de pimenta no mercado, os mais comuns são os de madeira. Aconselho vocês que viajam muito ao exterior, comprarem um dos moedores da Peugeot! Eu tenho e não vivo sem! Trouxe os meus da França, óbvio, pois para comprar aqui no Brasil, os preços, são triplicados, seeeem noção, rsrs.



Um dos primeiros moedores a serem
 produzidos pela marca francesa


 Uma curiosidade, a marca Peugeot dos moedores é a mesma dos carros (notem o símbolo), aliás, os moedores foram fabricados primeiro, antes de começarem a produção dos eletrodomésticos, bicicletas, até chegarem a fabricação dos carros. Então podem confiar, os moedores da Peugeot são excelentes e duram a vida toda!!! Existem os moedores manuais e os elétricos, que quando você aperta o pequeno botão, uma luz ilumina o prato, podendo controlar a quantidade desejada de pimenta. Dentro da mesma gama, existem os moedores de sal, o saca-rolha elétrico e o moedor de noz-moscada elétrico. Uns modelos são de madeira natural, outros emborrachados e outros de vidro, os meus são os de vidro, adoro! Pelo o que vi lá na França, os valores variam entre 35 a 95 euros. Eu quero completar a minha coleção de moedores, e você, tá esperando o quê para garantir os teus?! ;)









 Lindos, não é mesmo?! Comprem os seus e façam bom proveito!

 Beijos temperados!
    Fotos: reprodução









sábado, 28 de julho de 2012

Beijinho de morango!

Boa tarde amigos,

Como estão passando o final de semana?! Espero que muito bem! :) 

Hoje partilho com vocês esta receitinha deliciosa, ótima para festinha de crianças (e de adultos também, por quê não?!). Para variar um pouco do nosso brigadeiro e do cajuzinho, aqui vos apresento o beijinho de morango! Ahhhh como eu adoro esta fruta e os doces feitos com ela então, nem se fala!




Beijinho de morango 

.: 01 lata de leite condensado
.: 04 colheres (sopa) de preparo instantâneo de morango (Nesquik)
.: 01 colher (sopa) de margarina
.: ½ xícara de coco ralado desidratado
.: açúcar refinado ou cristal
.: pedaços de morango fresco

Preparando o beijinho de morango: em uma panela pequena coloque o leite condensado, o nesquik, a margarina e o coco ralado, leve ao fogo médio, mexendo sempre até dar o ponto de brigadeiro (quando ao mexer, você vê o fundo da panela). Despeje o preparo em uma vasilha untada com margarina e leve à geladeira para esfriar por uns 15 minutos. Após este tempo, retire a vasilha da geladeira, unte as mãos com margarina e faça bolinhas com a massa. Passe cada bolinha no açúcar ou se preferir no coco ralado, enfeite com pedaços de morango ou cravo da índia. Dica: antes de servir, coloque os beijinhos em uma bandeja e deixe por algumas horas na geladeira para que ele fique mais firme. Se não quiser enfeitar os beijinhos com pedaços de morango ou cravo da índia, fique a vontade.

  Aqui mostro algumas variações dos beijinhos de morango:




 Beijinho sem enfeite, passado no açúcar cristal


Beijinho feito sem Nesquik, 
com pedaços de morango na massa


Beijinho com cravo da índia


 Coma com moderação e... bom apetite! 
 Fotos: reprodução e arquivo pessoal





quinta-feira, 19 de julho de 2012

Pão de queijo sem glúten!

 Bom dia queridos!

 Não conheço nenhum brasileiro que não goste do nosso famoso "pão de queijo", e os gringos que experimentam também adoram! É gostoso no café-da-manhã, no lanche ou em qualquer hora do dia. Com família paterna mineira, não tem como eu não gostar dessas deliciosas bolinhas!!! Soy loca por "pão de queijo", e vocês?! ;)

  Hoje partilho com vocês uma receita diferente e especial, o pão de queijo de inhame, também conhecido em outras regiões como cará ou taro. Esta é uma receita sem glúten e ótima para a saúde, pois o inhame é usando para tratar algumas doenças, bem como para manter a saúde, pois possui propriedades desintoxicantes e depurativas do sangue, e é uma excelente fonte de fósforo, ferro, cálcio e vitaminas B1 e B5.

  Que tal aprender a fazer esta delícia!!! Mãos à obra!

                                                              Inhame (cará ou taro)

   Pão de queijo de inhame
    
.: 03 inhames médios cozidos e amassados feito purê
.: 01 iogurte natural desnatado
.: 01 colher (sopa) de sal
.: 90g de manteiga sem sal
.: 150g de queijo parmesão ralado (você também pode usar mussarela)  
.: 500g de polvilho azedo (mais ou menos esta quantidade)

Preparando o pão de queijo: Em uma vasilha misture o inhame, o iogurte, o sal e manteiga. Incorpore toda a quantidade do queijo ralado e aos poucos vá adicionando o polvilho azedo aos poucos até incorporar bem e formar uma massa uniforme, quando ao toque, você perceber que a massa está mais firme, já está no ponto; se sentir que a massa está um pouco mole, acrescente um pouco mais de polvilho. Cubra a vasilha e deixe descansar por 30 minutos. Com as mãos untadas com um pouco de óleo, pegue pequenas porções de massa e faça bolinhas. Coloque-as em uma assadeira untada com óleo e leve para assar em forno pré-aquecido a 200°C por 30 minutos. 





Bom apetite!!!


Fotos: reprodução e arquivo pessoal


segunda-feira, 9 de julho de 2012

Menu Corinthiano!

Boa noite queridos, 

  Deixo aqui minhas felicidades à NAÇÃO CORINTHIANA!!! Ganhar a Copa Libertadores não é pra qualquer um não, melhor ainda ganhar de um time argentino, hahaha. Brincadeiras à parte...

   Neste post venho mostrar a vocês o menu que fiz especialmente para a final do Corinthians e Boca, nesta última quarta, dia 04/07. Um menu feito com muito carinho para uns tios que vieram de Ribeirão Preto e um grupo de amigos simpatizantes e corinthianos residentes em Brasília! Com a ajuda da Design de Interiores Aniele Pádua, optamos em fazer uma decoração nas cores P&B, já que são as cores da bandeira corinthiana, além dos tags das delicinhas, que foram personalizados com a logo da própria bandeira. Ficou uma graça e tudo muito gostoso, os convidados amaram! E eu fiquei contente, pois pude agradar a todos!

 Uma amostra da mesa com as delícias!

Torre de hamburguinhos de carne
com cheddar e cebolas caramelizadas
(desde a carne até o pão, tudo feito pela Chef)

                                     Crumble de abobrinha! Receita francesa, deliciosa!

Cubos de queijo coalho assados
 com melado de cana

                                                     Batata assada com alho para 
                                                    acompanhar os hamburguinhos

                                               A pipoca de manjericão fez um sucesso!
                                                              Segue a receita abaixo!

                                           A torta Suspiro de banana e esse pé-de-moleque      
                                                             estavam de lamber os dedos!
                                                                          
                                      Teve até a presença de Santo Antônio de Pádua que
                                      é o padroeiro da família e deu sorte na hora do jogo!

    Além destas delícias, também fiz ratatouille com mini pães sírios, pena que não saiu na foto individual, mas apareceu na foto da mesa. ;)

   Que tal reunir os amigos e ter um menu desses para o próximo campeonato ou próximo jogo do teu time?! Para contratar os nossos serviços entre em contato por email clicando aqui! 

    Partilho com vocês a deliciosa receita da pipoca de manjericão que fez o maior sucesso!

   Pipoca de manjericão

    .: 01 pacote de pipoca (sabor natural) para microondas
    .: 01 colher (sopa) de manjericão
    .: 01 colher (sopa) de parmesão ralado
    .: 02 dentes de alho picados
    .: 02 colheres (sopa) de azeite de oliva
    .: sal a gosto

   Preparando a pipoca de manjericão: estoure a pipoca no microondas, seguindo as instruções da embalagem. Coloque todos os ingredientes, exceto a pipoca, no copo do liquidificador ou mixer, e bata até obter uma pasta homogênea. Em uma tigela, junte a pipoca e misture bem. Sirva em seguida. Simplesmente diviiiiiiiiiina!

  Beijos sabor vitória!
  Fotos: arquivo pessoal

   

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Batatas com alho assados

Boa tarde amigos leitores!

 Esses dias fiz aqui em casa um filé suíno (lombo de porco) com batatas assadas para o almoço e ficou uma delícia, pois além das batatas coloquei alguns dentes de alho e ficaram cremosos e deeeeeeliciosos! Vamos aprender a fazer a batata com alho?!

Batatas com alho assados


.: 4 batatas grandes

.: 02 cabeças de alho limpas (com casca)


.: 03 colheres (sopa) de azeite de oliva
.: sal grosso a gosto
.: pimenta moida na hora a gosto
.: alecrim seco
.: tomilho fresco

Preparando as batatas com o alho: Pré aqueça o forno em 220ºC. Lave bem a casca da batata, corte em meia lua. Arrume a batata e o alho (com casca) em uma assadeira. Tempere com o azeite de oliva, sal, pimenta, alecrim e tomilho. Cubra com papel alumínio e leve para assar por 1h ou até as batatas ficarem macias. Retire o papel alumínio e volte ao forno para dourar as batatas rapidamente. Os alhos ficam cremosos e o sabor muito suave, se quiser retirar a casca na hora de comer, faça, senão, coma com a casca, é uma delícia. Sirva quente. Dica: esta é uma boa opção para uma entrada, ou para acompanhar um filé suíno.
Batatas e alhos crus

Filé suíno acompanhado das batatas com alho


 Bom apetite!!!
 Fotos: arquivo pessoal


quinta-feira, 14 de junho de 2012

Frango com banana!

Bom dia queridos,


  Ontem, em casa, fiz uma comida de sabor bem brasileiro e com um gostinho levemente agridoce, frango com banana! Hummmm, adoro essa mistura, é deliciosa! Esta receita é feita em camadas e bem fácil de fazer. Fiz e postei a foto na net, e as amigas já pediram a receita! Vamos aprender?!



                                                                 Banana nanica

Frango com banana

.: 500g de filé de peito de frango
.: óleo para cozinhar (quantidade necessária)
.: 700 ml de molho bechamel ou molho branco de sua preferência (não faça espesso)
.: 1/2 copo de milho fresco (ou enlatado) 

.: 06 bananas nanicas "gordas", cortadas ao meio e depois em fatias (usei as bananas mais gordinhas, pois são as que tenho do jardim de casa, creio que por serem "caseiras", sem agrotóxicos, ficam assim! Se não encontrarem dessas mais gordinhas, usem de 08 a 10 bananas nanicas magras)

.: batata palha a gosto
.: 200g de queijo musserela ralado grosso
.: queijo parmesão ralado grosso (quantidade necessária para gratinar)
.: pimenta do reino moída a gosto
.: sal a gosto

 Preparando o frango com banana: corte os filés de peito de frango em pedaços médios (4 cm), tempere com sal e pimenta e doure numa frigideira durante uns 10 minutos com um fio de óleo, e reserve. Cubra o fundo de um rechaud (de vidro ou porcelana) com o molho bechamel (ou branco), fazendo uma camada, logo após, faça uma camada de fatias de bananas e em seguida uma camada de mussarela ralada. Despeje mais uma camada do molho bechamel, uma camada de fatias de banana, uma camada de mussarela ralada, uma camada dos pedaços de frango (coloque tud), uma camada de milho, uma camada de molho bechamel, parmesão ralado grosso a gosto e por último batata palha a gosto. Leve ao forno preaquecido a 180° durante 20 minutos, para gratinar. 

  Esta receita servi acompanhada de arroz branco e salada verde, com acompanhamento a receita serve 06 pessoas, mas se for servir somente o prato, serve 04 pessoas bem servidas.




*PS: desculpem a qualidade das fotos (tirei com o celular) pois estou sem a minha câmera, que esqueci na França! ;( Em breve terei outra, já estou providenciando!!!

Beijos temperados e bom apetite!
Fotos: arquivo pessoal






segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Salmão grelhado ao molho de manga e alcaparras!


 Bom dia queridos!

 Como passaram o final de semana??? Espero que tenha sido ótimo! O meu foi bom, apesar da gripe que me pegou, rsrs. 

 Estes dias fiz um salmão grelhado ao molho de manga acompanhado de puré de batatas, umas das receitas de salmão preferidas, aliás, amo tudo que tenha salmão, meus queridos colegas "brazucas" do curso de Gastronomia que fiz na Argentina, podem falar por mim, rsrs. Quando tínhamos aulas de peixes do mar, eles falavam que eu só queria pegar as receitas com salmão para fazer, hahaha. Uma boa alternativa de prato para as Festas de fim de ano, no caso, para apreciadores de um delicioso peixe e para quem não ingere carnes vermelhas. 


Salmão fresco com a pele


  Vamos à receita! Quero ver todo mundo com a mão na massa, hein!!!

  Salmão grelhado ao molho de manga e alcaparras

  .: 03 a 04 filets de salmão (de preferência limpos sem a pele, eu comprei com a pele e tive que retirá-la e limpar bem)
  .: sal
  .: pimenta do reino moída a gosto
  .: azeite de oliva

 Preparando o salmão grelhado: com um pincel de uso culinário, pincele com azeite de oliva os dois lados dos filets de salmão, tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Aqueça uma grelha ou frigideira antiaderente, e grelhe os filets de salmão dos dois lados. 

  Molho de manga:

 .: 01 manga haden ou tomy cortada em cubos
 .: 01 xícara (café) de leite
 .: a medida de 1/2 copo americano de creme de leite fresco
 .: 02 pitadas de sal
 .: 02 colheres (chá) de açúcar
 .: 1/2 colher (café) de pimenta do reino moída 

 .: alcaparras (usar quando terminar o prato)

 Preparando o molho de manga: coloque todos os ingredientes em uma panela (exceto as alcaparras) e cozinhe por alguns minutos em fogo baixo, até que os cubos de manga fiquem macios. Com uma colher, prove o sal e o açúcar. O molho deve ficar mais docinho que salgado.  Bata no copo do mixer ou do liquidificador todo o conteúdo do molho (que está na panela), passe por uma peneira (se achar necessário) e sirva sobre os filets de salmão grelhados, decorando com algumas alcaparras por cima. Sugestão de acompanhamento, puré de batatas, mas você pode servir com um arroz colorido e saladas, fica a teu critério. 






 Beijos temperados e bom apetite!
  Fotos: arquivo pessoal 






segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Baked potato!

Boa tarde queridos!

  Confesso que estou um tempinho sumidinha do blog, devido ao tempo corrido em consequência dos trabalhos que faço; por um lado, só tenho que agradecer! Sempre descobrindo novos sabores a cada receita e muitas vezes "repitindo" as receitas que gosto, pois quando a gente gosta, é igual aquela peça de roupa que adoramos, sempre queremos repetir! ;)

  Todos devem conhecer a famosa baked potato, servida na maioria dos steak house e muito  fácil de encontrar em países como Estados Unidos, Austrália, Inglaterra, entre outros. Na maioria das vezes, quando estou em casa durante a noite, gosto de cozinhar (e comer, claro!) algo diferente, pois na hora do almoço prefiro saborear refeições mais leves, aquelas que fazemos dia a dia. Deixamos as mais elaboradas para o final de semana, ou pelo menos, tentamos, né?! Rsrs 

  Mas tem dias que vem aqueeeeeeela vontade de comer tal prato.... e neste final de semana me deu aquela vontade de comer batatas assadas, foi só postar a foto nas redes sociais que os amigos já pediram a receita. Falando nisso, aproveitem para conhecer e curtir a minha fan page Sweet Ana no Facebook.

  Fiz as batatas assadas com recheio de cheddar e picadinho de carne. Ficaram deliciosas, partilho a receita com vocês! Atenção!!! Prepare com antecedência, caso queira servir para convidados, pois o tempo de forno das batatas é um pouco demorado...

Baked potato 



Batatas assadas recheadas

.: 04 batatas grandes
.: azeite de oliva q/n
.: 01 cebola média cortada em cubos
.: 02 dentes de alho cortados em cubinhos
.: 250g de carne picada na faca ou moída (patinho sem gordura)
.: 02 colheres (sopa) de catchup
.: 01 caixa de creme de leite leve
.: mussarela ou parmesão ralado fresco a gosto
.: salsinha fresca picada a gosto
.: sal e pimenta a gosto
.: queijo cheddar em bisnaga (veja foto)
.: batata palha

Cheddar em bisnaga

Preparando as batatas assadas: Pré-aqueça o forno a 200°c. Comece lavando bem as batatas, não retire a casca. Com um garfo faça leves furos em toda a batata, faça isso em cada uma. Molhe com um pouco de azeite de oliva um papel toalha (ou guardanapo de papel) e passe em todas as batatas, como se estivesse "limpando um lustre" para que fiquem bem "untadas" com o azeite. Coloque-as em uma assadeira e leve ao forno já aquecido. Deixe assando durante 1h 30 minutos. Enquanto isso prepare o recheio. 

Preparando o recheio: Regue o fundo de uma frigideira com o azeite de oliva, deixe esquentar (em fogo médio , em seguida acrescente a cebola, o alho e refogue ate que a cebola fique transparente, acrescente a carne picada (ou moída) e cozinhe ate a água secar, mexendo sempre para não queimar nem grudar na panela. Acrescente o catchup e o creme de leite, mexa bem ate que todos os ingredientes se incorporem,  logo apos coloque a salsinha picada, e tempere com sal e pimenta a gosto, mexa bem e desligue o fogo. 

Recheando as batatas: Teste o ponto de cozimento das batatas, quando elas ainda estiverem no forno, finque uma delas com um garfo, se o garfo entrar fácil e estiver macia,  é porque está no ponto. Quando estiverem assadas, retire-as do forno, colocando sobre uma tábua de cortar. Com uma faca, faça um corte em forma de cruz em cada batata, sendo que o corte não seja tão profundo, ao ponto de cortar a batata. Com a ajuda de 02 papéis-toalha, em cada uma das mãos, segure cada extremidade da batata, apertando suavemente para que o centro (ou seja, o corte em formato de cruz) se abra, para que você possa recheá-la. Faça isso com cada batata. Com uma colher, retire um pouco da polpa da batata, formando uma cavidade. Recheie com o cheddar, a carne, polvilhe o queijo mussarela (ou parmesão) e leve ao forno quente por 5 minutos, somente para gratinar. Retire e sirva com batata palha. Se quiser comer a casquinha crocante da batata, não se preocupe, se você lavou bem, pode comer. Um vinho tinto é uma boa pedida para acompanhar!





Bom apetite!!! 
Fotos: reprodução e arquivo pessoal










   

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Gratinado de couve-flor!


 Bom dia queridos!

   Estou um pouco sumidinha do blog, pois estava viajando, pra variar, rsrs. Fiz uma viagem a la tierra de mi madre e outra aqui no Brasil mesmo, para um encontro da família paterna, foi ótimo!!! Como é bom viajar, descansar, passear!!! Mas nada melhor que voltar pra nossa casinha, não é mesmo?!
 
   Ontem fiz uma comidinha light para o jantar, de entrada blanquet de peru + fatias de melão e como prato principal, gratin (a pronúncia é gratan - em francês) de couve-flor acompanhado de arroz com lâminas de amêndoas grelhadas, salteadas na manteiga trufada. Como sei que alguns leitores são vegetarianos, este prato cai perfeito, delicioso e fácil de fazer. Mãos na massa!

 
 
 
  Gratin de couve-flor
 
 .: 01 couve-flor grande
 .: molho bechamel
 .: 100g de queijo gruyère (ou parmesão) ralado (na hora) para gratinar
 .: ervas de Provence a gosto
 .: manteiga para untar o recipiente onde irá gratinar
 
Para o molho béchamel:
 
.: 01 litro de leite
.: 02 colheres (sopa) de manteiga sem sal
.: 02 colheres (sopa) de farinha de trigo
.: 01 folha de louro
.: 01 fatia grossa de cebola
.: 05 grãos de pimenta do reino
.: sal e noz-moscada ralada a gosto (coloco a quantidade de 1 colher de café)
 
Preparando o molho béchamel: em uma panela, leve o leite à fervura (fogo médio) com a folha de louro, a fatia de cebola e os grãos de pimenta. Quando o leite começar a ferver, desligue o fogo, tampe a panela e deixe em infusão por 20 minutos. Coe o leite num recipiente e descarte os ingredientes restantes. Em outra panela de fundo grosso, derreta a manteiga (fogo médio), adicione a farinha e mexa rapidamente (com um fouet ou colher de pau) para incorporá-la completamente. Cozinhe por 1 ou 2 minutos, formando um roux* claro e liso. Retire a panela do fogo e derrame o leite aos poucos, mexendo sempre para não formar grumos. Quanto mais frio estiver o leite, menor será a chance de “empelotar” o molho, pois o amido da farinha reage quando exposto a altas temperaturas, o melhor será usar o leite morno. Assim que o creme estiver integrado e homogêneo, volte a panela ao fogo médio e mexa até ferver. Abaixe o fogo e mexa por uns 5 minutos. Apague o fogo e tempere com sal e noz-moscada a gosto. Dica: não exagere na noz-moscada, pois o seu sabor e aroma é muito forte.
 
*Roux: mistura espessante, feita com partes iguais de farinha de trigo e manteiga, habitualmente usada para engrossar caldos e molhos.

 
 
Preparando o gratinado de couve-flor: Lave bem a couve-flor e corte em pequenos buquês. Disponha os pequenos "buquês" numa vaporeira (usei uma vaporeira de bambu) para cozinhá-los ao vapor, ou faça em banho maria, cozinhe por aproximadamente 10 minutos. Unte com manteiga o prato ou recipiente (tamanho médio) que vai levar ao forno, cubra o fundo com o molho bechamel. Disponha todos os pequenos "buquês" de couve-flor e cubra com o restante do molho. Salpique todo o queijo ralado por cima e um pouco das ervas de Provence. Leve ao forno pré-aquecido a 200'C para gratinar durante 30 minutos. Este prato serve 4 pessoas.
 

 
 
 
  Beijos temperados e bom apetite!
  Fotos: arquivo pessoal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

sábado, 15 de setembro de 2012

Tapioca!

Oi gente,

  Quem quer tapioca????? Nunca conheci alguém que não gostasse, eu particularmente AMO! A tapioca é uma iguaria típica da gastronomia brasileira, de origem indígena tupi-guarani, feita com a fécula extraída da mandioca, também conhecida como goma da tapioca na maioria dos estados brasileiros. Se você prestar atenção nos cafés-da-manhã e hotéis, em casa de família e até em restaurantes podemos provar desta iguaria. Para fazer a tapioca, antes temos que preparar a "goma da tapioca", ou seja, aquela "farinha" branquinha para poder fazer esta delícia, é todo um processo! A primeira vez que provei a tapioca foi no Alto da Sé, em Olinda, estado de Pernambuco. Aíiiiii eu me apaixonei! Rsrs. Desde a primeira vez que comi, fiquei curiosa e aprendi a fazer! Ahhhh, porque eu sou muuuuito curiosa com tudo o que se relaciona à gastronomia, se eu provo e gosto, já fico louca para aprender, aí corro atrás para por em prática! E vocês que gostam de tapioca, que tal aprender?! Mãos na massa!

Tapioca

Preparando a goma de tapioca:

.: 500g de polvilho doce
.: água o suficiente para molhar o polvilho
.: sal a gosto

 Coloque o polvilho doce numa tigela e molhe com a água já misturada com o sal. Com as mãos, misture bem a goma com a água de forma que ela fique molhada por igual, úmida, mas não encharcada.  Com uma peneira fina, peneire toda a goma que foi preparada e reserve em uma tigela ou tupperware. Leve ao fogo médio uma frigideira de fundo plano (não precisar untar, pois não gruda), de preferência antiaderente (teflon), e sobre ela, coloque a goma de tapioca em forma de "chuva", de modo com que cubra uniformemente o fundo da panela, resultando uma massa fina, ou se preferir; despeje colheradas (de sopa) na frigideira. Já na frigideira, acerte as bordas da tapioca com as costas de uma colher. Quando o fundo da massa começar a sair do fundo da panela (mais ou menos 40 segundos, para não secar muito!), vire-a com o auxílio de uma espátula. Deixe assar o outro lado por mais alguns instantes (mais ou menos o mesmo tempo). Formam-se discos de tapioca, com a aparência de um crepe seco. Retire da frigideira, espalhe manteiga sobre a tapioca e recheie com os teus ingrendientes preferidos, podem ser salgados ou doces, como por exemplo, queijo e presunto, queijo coalho, carne seca e purê de abóbora, leite condensado com flocos de coco, etc. O lado certo para rechear é o lado que fica mais úmido, o lado mais seco é o que fica por fora. Enrole e sirva em seguida. Dica: Se não for usar toda a goma da tapioca de uma só vez, guarde em um tupperware dentro da geladeira, durabilidade de 3 a 4 dias, se deixar mais tempo pode ficar azeda!
 
 
Processo do preparo da goma de tapioca
 

Tapioca recheada com manteiga, queijo mussarela
 e peito de peru defumado
 

Tapioca recheada com leite condensado e flocos de coco
 

 


  Beijos temperados e bom apetite!
    Fotos: reprodução e arquivo pessoal




sábado, 25 de agosto de 2012

Capuccino caseiro cremoso!


Bom dia pessoal!
 
  Ontem a tarde, trabalhando em casa, estava com uma vontade louca de tomar aquele capuccino! Meus avós paternos e meu pai eram da região do Sul das Minas Gerais, então posso dizer que está no sangue, aprendi a tomar gosto pelo café desde pequena, e confesso que esta região tem  um dos melhores cafés do Brasil, ou quiça do mundo! Hehehe. Sinceramente o sabor do café do Sul de Minas é "coisa de louco"! Quem conhece, há de concordar comigo! Adoro café, capuccino e seus derivados. Quando pensei em capuccino, logo pensei no cremoso, um que sempre faço e todos adoram! Postei foto na internet e os amigos já pediram a receita, então pensei em postar aqui no blog, pois explico o passo a passo com fotos, assim fica mais fácil de entender. Já que gosto das "coisas" bem explicadinhas, não dá para postar uma foto com o nome do prato e tchau, é preciso tempo pra se dedicar, e isso não estou tendo muito ultimamente, por causa das encomendas e aulas que dou. É minha gente... se o dia tivesse 36 horas, a gente ia pedir pra Deus fazer o dia com 48 horas, não é verdade?! Rsrs.
 
 
 
  O que muita gente não sabe, é que sim, é possível fazer um capuccino parecido aos das cafeterias, sem que, para isso, precise investir em poderosas máquinas. É óbvio que a "persistência" da espuma do leite não será igual ao das cafeterias, mas confesso, que fica parecidíssima, super cremosa e deliciosa! Mas para isso, é preciso preparar a "espuma de leite" somente na hora de servir! Anote a receita!
 
Capuccino caseiro cremoso
 
 
Os ingredientes são:


 
 

  .: 01 copo americano de leite em pó instantâneo
  .: 01 copo americano de achocolato em pó (Toddy, Nescau)
  .: 01 copo americano de açúcar cristal
  .: 01 vidro de café solúvel ou 100g (usei o Nescafé sabor Original extra-forte)
  .: 01 colher (chá) de bicarbonato de sódio
 
 ATENÇÃO: Apesar da "propaganda" que fiz do café do Sul de Minas (hehehe), para o preparo do capuccino recomendo o uso do café solúvel, pois o café em pó é muuuuito forte e de sabor concentrado!

 Preparando o capuccino: bata no liquidificador o café solúvel até que vire pó. Em uma vasilha misture todos os ingredientes e guarde em um pote hermético de vidro ou em um tupperware. Antes de fazer a espuma de leite, coloque a quantidade deste preparo em cada xícara que vai servir, eu coloco a quantidade de 1 colher de sopa para cada xícara de chá.
 
 Para fazer a espuma de leite: utilize um pequeno batedor elétrico ou um mixer:
 



Preparando a espuma de leite: no copo do mixer ou em um copo alto de medidas (assim como usei na foto, pois meu copo do mixer quebrou!) coloque a quantidade desejada de leite, desde que não ultrapasse 2/3 da altura do copo, pois quando for bater o leite, ele vai subir e se o copo estiver muito cheio, corre o risco de transbordar do copo. Bata com o mixer fazendo movimentos de sobe e desce no copo, até quando perceber que o leite ficou cremoso, mais ou menos de 30 a 60 segundos. Coloque o "leite cremoso" em uma leiteira e leve ao fogo baixo para esquentar. Fique de olho para não derramar, pois o leite sobe rápidinho!
 
 

Colocando o leite nas xícaras: despeje o leite cremoso cuidadosamente em cada xícara com a ajuda de uma colher, assim como na foto. Misture com uma colherzinha de baixo para cima, para que o preparo em pó do capuccino se envolva ao leite e à espuma. Eu disse cuidadosamente, pois se você mistura rapidamente, a espuma vai "descer" logo!
 
 

 
Depois de pronto, se for do teu gosto, polvilhe um pouco de canela em pó, por cima da espuma ou utilize um moedor de açúcar e canela, fica uma delíiiiiiiiiiiiiicia!
 
 
 Para acompanhar um delicioso capuccino nada melhor que saborear com uns deliciosos cookies e brownies! Encomende os seus aqui!! :)
  Façam e me contem como ficou!


Al lavoro e buon appetito!
Fotos: reprodução e arquivo pessoal


segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Utensílios de cozinha: moedores!

Boa tarde queridos, 

 Quem gosta de pimenta em grãos, não dispensa um bom moedor de pimenta, não é verdade? Sucesso internacional absoluto, os moedores são objetos indispensáveis nas mesas de todos os gourmets!

  É importante, salpimentar a comida, ou seja, além do sal, usar a pimenta moída, na hora de elaborar os pratos, pois a pimenta moída dá um sabor e aroma diferentes da pimenta em pó, porque como diz um Chef colega meu, "pimenta do reino em pó, parece pólvora", hahaha.  

 Existem vários tipos de moedores de pimenta no mercado, os mais comuns são os de madeira. Aconselho vocês que viajam muito ao exterior, comprarem um dos moedores da Peugeot! Eu tenho e não vivo sem! Trouxe os meus da França, óbvio, pois para comprar aqui no Brasil, os preços, são triplicados, seeeem noção, rsrs.



Um dos primeiros moedores a serem
 produzidos pela marca francesa


 Uma curiosidade, a marca Peugeot dos moedores é a mesma dos carros (notem o símbolo), aliás, os moedores foram fabricados primeiro, antes de começarem a produção dos eletrodomésticos, bicicletas, até chegarem a fabricação dos carros. Então podem confiar, os moedores da Peugeot são excelentes e duram a vida toda!!! Existem os moedores manuais e os elétricos, que quando você aperta o pequeno botão, uma luz ilumina o prato, podendo controlar a quantidade desejada de pimenta. Dentro da mesma gama, existem os moedores de sal, o saca-rolha elétrico e o moedor de noz-moscada elétrico. Uns modelos são de madeira natural, outros emborrachados e outros de vidro, os meus são os de vidro, adoro! Pelo o que vi lá na França, os valores variam entre 35 a 95 euros. Eu quero completar a minha coleção de moedores, e você, tá esperando o quê para garantir os teus?! ;)









 Lindos, não é mesmo?! Comprem os seus e façam bom proveito!

 Beijos temperados!
    Fotos: reprodução









sábado, 28 de julho de 2012

Beijinho de morango!

Boa tarde amigos,

Como estão passando o final de semana?! Espero que muito bem! :) 

Hoje partilho com vocês esta receitinha deliciosa, ótima para festinha de crianças (e de adultos também, por quê não?!). Para variar um pouco do nosso brigadeiro e do cajuzinho, aqui vos apresento o beijinho de morango! Ahhhh como eu adoro esta fruta e os doces feitos com ela então, nem se fala!




Beijinho de morango 

.: 01 lata de leite condensado
.: 04 colheres (sopa) de preparo instantâneo de morango (Nesquik)
.: 01 colher (sopa) de margarina
.: ½ xícara de coco ralado desidratado
.: açúcar refinado ou cristal
.: pedaços de morango fresco

Preparando o beijinho de morango: em uma panela pequena coloque o leite condensado, o nesquik, a margarina e o coco ralado, leve ao fogo médio, mexendo sempre até dar o ponto de brigadeiro (quando ao mexer, você vê o fundo da panela). Despeje o preparo em uma vasilha untada com margarina e leve à geladeira para esfriar por uns 15 minutos. Após este tempo, retire a vasilha da geladeira, unte as mãos com margarina e faça bolinhas com a massa. Passe cada bolinha no açúcar ou se preferir no coco ralado, enfeite com pedaços de morango ou cravo da índia. Dica: antes de servir, coloque os beijinhos em uma bandeja e deixe por algumas horas na geladeira para que ele fique mais firme. Se não quiser enfeitar os beijinhos com pedaços de morango ou cravo da índia, fique a vontade.

  Aqui mostro algumas variações dos beijinhos de morango:




 Beijinho sem enfeite, passado no açúcar cristal


Beijinho feito sem Nesquik, 
com pedaços de morango na massa


Beijinho com cravo da índia


 Coma com moderação e... bom apetite! 
 Fotos: reprodução e arquivo pessoal





quinta-feira, 19 de julho de 2012

Pão de queijo sem glúten!

 Bom dia queridos!

 Não conheço nenhum brasileiro que não goste do nosso famoso "pão de queijo", e os gringos que experimentam também adoram! É gostoso no café-da-manhã, no lanche ou em qualquer hora do dia. Com família paterna mineira, não tem como eu não gostar dessas deliciosas bolinhas!!! Soy loca por "pão de queijo", e vocês?! ;)

  Hoje partilho com vocês uma receita diferente e especial, o pão de queijo de inhame, também conhecido em outras regiões como cará ou taro. Esta é uma receita sem glúten e ótima para a saúde, pois o inhame é usando para tratar algumas doenças, bem como para manter a saúde, pois possui propriedades desintoxicantes e depurativas do sangue, e é uma excelente fonte de fósforo, ferro, cálcio e vitaminas B1 e B5.

  Que tal aprender a fazer esta delícia!!! Mãos à obra!

                                                              Inhame (cará ou taro)

   Pão de queijo de inhame
    
.: 03 inhames médios cozidos e amassados feito purê
.: 01 iogurte natural desnatado
.: 01 colher (sopa) de sal
.: 90g de manteiga sem sal
.: 150g de queijo parmesão ralado (você também pode usar mussarela)  
.: 500g de polvilho azedo (mais ou menos esta quantidade)

Preparando o pão de queijo: Em uma vasilha misture o inhame, o iogurte, o sal e manteiga. Incorpore toda a quantidade do queijo ralado e aos poucos vá adicionando o polvilho azedo aos poucos até incorporar bem e formar uma massa uniforme, quando ao toque, você perceber que a massa está mais firme, já está no ponto; se sentir que a massa está um pouco mole, acrescente um pouco mais de polvilho. Cubra a vasilha e deixe descansar por 30 minutos. Com as mãos untadas com um pouco de óleo, pegue pequenas porções de massa e faça bolinhas. Coloque-as em uma assadeira untada com óleo e leve para assar em forno pré-aquecido a 200°C por 30 minutos. 





Bom apetite!!!


Fotos: reprodução e arquivo pessoal


segunda-feira, 9 de julho de 2012

Menu Corinthiano!

Boa noite queridos, 

  Deixo aqui minhas felicidades à NAÇÃO CORINTHIANA!!! Ganhar a Copa Libertadores não é pra qualquer um não, melhor ainda ganhar de um time argentino, hahaha. Brincadeiras à parte...

   Neste post venho mostrar a vocês o menu que fiz especialmente para a final do Corinthians e Boca, nesta última quarta, dia 04/07. Um menu feito com muito carinho para uns tios que vieram de Ribeirão Preto e um grupo de amigos simpatizantes e corinthianos residentes em Brasília! Com a ajuda da Design de Interiores Aniele Pádua, optamos em fazer uma decoração nas cores P&B, já que são as cores da bandeira corinthiana, além dos tags das delicinhas, que foram personalizados com a logo da própria bandeira. Ficou uma graça e tudo muito gostoso, os convidados amaram! E eu fiquei contente, pois pude agradar a todos!

 Uma amostra da mesa com as delícias!

Torre de hamburguinhos de carne
com cheddar e cebolas caramelizadas
(desde a carne até o pão, tudo feito pela Chef)

                                     Crumble de abobrinha! Receita francesa, deliciosa!

Cubos de queijo coalho assados
 com melado de cana

                                                     Batata assada com alho para 
                                                    acompanhar os hamburguinhos

                                               A pipoca de manjericão fez um sucesso!
                                                              Segue a receita abaixo!

                                           A torta Suspiro de banana e esse pé-de-moleque      
                                                             estavam de lamber os dedos!
                                                                          
                                      Teve até a presença de Santo Antônio de Pádua que
                                      é o padroeiro da família e deu sorte na hora do jogo!

    Além destas delícias, também fiz ratatouille com mini pães sírios, pena que não saiu na foto individual, mas apareceu na foto da mesa. ;)

   Que tal reunir os amigos e ter um menu desses para o próximo campeonato ou próximo jogo do teu time?! Para contratar os nossos serviços entre em contato por email clicando aqui! 

    Partilho com vocês a deliciosa receita da pipoca de manjericão que fez o maior sucesso!

   Pipoca de manjericão

    .: 01 pacote de pipoca (sabor natural) para microondas
    .: 01 colher (sopa) de manjericão
    .: 01 colher (sopa) de parmesão ralado
    .: 02 dentes de alho picados
    .: 02 colheres (sopa) de azeite de oliva
    .: sal a gosto

   Preparando a pipoca de manjericão: estoure a pipoca no microondas, seguindo as instruções da embalagem. Coloque todos os ingredientes, exceto a pipoca, no copo do liquidificador ou mixer, e bata até obter uma pasta homogênea. Em uma tigela, junte a pipoca e misture bem. Sirva em seguida. Simplesmente diviiiiiiiiiina!

  Beijos sabor vitória!
  Fotos: arquivo pessoal

   

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Batatas com alho assados

Boa tarde amigos leitores!

 Esses dias fiz aqui em casa um filé suíno (lombo de porco) com batatas assadas para o almoço e ficou uma delícia, pois além das batatas coloquei alguns dentes de alho e ficaram cremosos e deeeeeeliciosos! Vamos aprender a fazer a batata com alho?!

Batatas com alho assados


.: 4 batatas grandes

.: 02 cabeças de alho limpas (com casca)


.: 03 colheres (sopa) de azeite de oliva
.: sal grosso a gosto
.: pimenta moida na hora a gosto
.: alecrim seco
.: tomilho fresco

Preparando as batatas com o alho: Pré aqueça o forno em 220ºC. Lave bem a casca da batata, corte em meia lua. Arrume a batata e o alho (com casca) em uma assadeira. Tempere com o azeite de oliva, sal, pimenta, alecrim e tomilho. Cubra com papel alumínio e leve para assar por 1h ou até as batatas ficarem macias. Retire o papel alumínio e volte ao forno para dourar as batatas rapidamente. Os alhos ficam cremosos e o sabor muito suave, se quiser retirar a casca na hora de comer, faça, senão, coma com a casca, é uma delícia. Sirva quente. Dica: esta é uma boa opção para uma entrada, ou para acompanhar um filé suíno.
Batatas e alhos crus

Filé suíno acompanhado das batatas com alho


 Bom apetite!!!
 Fotos: arquivo pessoal


quinta-feira, 14 de junho de 2012

Frango com banana!

Bom dia queridos,


  Ontem, em casa, fiz uma comida de sabor bem brasileiro e com um gostinho levemente agridoce, frango com banana! Hummmm, adoro essa mistura, é deliciosa! Esta receita é feita em camadas e bem fácil de fazer. Fiz e postei a foto na net, e as amigas já pediram a receita! Vamos aprender?!



                                                                 Banana nanica

Frango com banana

.: 500g de filé de peito de frango
.: óleo para cozinhar (quantidade necessária)
.: 700 ml de molho bechamel ou molho branco de sua preferência (não faça espesso)
.: 1/2 copo de milho fresco (ou enlatado) 

.: 06 bananas nanicas "gordas", cortadas ao meio e depois em fatias (usei as bananas mais gordinhas, pois são as que tenho do jardim de casa, creio que por serem "caseiras", sem agrotóxicos, ficam assim! Se não encontrarem dessas mais gordinhas, usem de 08 a 10 bananas nanicas magras)

.: batata palha a gosto
.: 200g de queijo musserela ralado grosso
.: queijo parmesão ralado grosso (quantidade necessária para gratinar)
.: pimenta do reino moída a gosto
.: sal a gosto

 Preparando o frango com banana: corte os filés de peito de frango em pedaços médios (4 cm), tempere com sal e pimenta e doure numa frigideira durante uns 10 minutos com um fio de óleo, e reserve. Cubra o fundo de um rechaud (de vidro ou porcelana) com o molho bechamel (ou branco), fazendo uma camada, logo após, faça uma camada de fatias de bananas e em seguida uma camada de mussarela ralada. Despeje mais uma camada do molho bechamel, uma camada de fatias de banana, uma camada de mussarela ralada, uma camada dos pedaços de frango (coloque tud), uma camada de milho, uma camada de molho bechamel, parmesão ralado grosso a gosto e por último batata palha a gosto. Leve ao forno preaquecido a 180° durante 20 minutos, para gratinar. 

  Esta receita servi acompanhada de arroz branco e salada verde, com acompanhamento a receita serve 06 pessoas, mas se for servir somente o prato, serve 04 pessoas bem servidas.




*PS: desculpem a qualidade das fotos (tirei com o celular) pois estou sem a minha câmera, que esqueci na França! ;( Em breve terei outra, já estou providenciando!!!

Beijos temperados e bom apetite!
Fotos: arquivo pessoal






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...